quarta-feira, 4 de março de 2009

Triângulo dos Dragões



O Mar do Diabo, Triângulo do Dragão ou Triângulo das Bermudas do Pacífico é uma região do Pacífico ao redor da Ilha Miyake, cerca de 100 km ao sul de Tóquio. Um dos lados do triângulo pode estar na ilha de Guam. Apesar de o nome ser usado pelos pescadores japoneses, não aparece nas cartas náuticas.
Na cultura popular, especialmente nos Estados Unidos, acredita-se que o Mar do Diabo possa ser, junto com o Triângulo das Bermudas, uma área onde barcos e aviões desaparecem sob circunstâncias misteriosas. Os japoneses, por outro lado, não consideram o Mar do Diabo como sendo mais misteriosa ou perigosa do que outras águas costeiras do Japão.

Ilha de Miayake
Muitos relatos de OVNIS e OSNIS normalmente causam diversas anomalias [/u]magneticas e temporais[u] onde todos os instrumentos ficam malucos e o avião ou navio fica "pausado" no tempo.

Outro fato interessante é que no triangulo do dragão já se viu milhares de navios fantasmas de todos os tipos desde navios chineses de 2000 anos atrás até barcos de pesca.
O triangulo tem muito menos informaçoes comparado com o triangulo das bermudas mesmo tendo muito mais mistério.
Ao contrário de algumas declarações, nem o Mar do Diabo nem o Triângulo das Bermudas estão localizados na linha agônica, onde o norte magnético se iguala ao norte geográfico.
A declinação magnética nesta área é de cerca de 6°.
Entre os fenômenos reportados no Mar do Diabo estão as perdas de barcos e aviões (mais do que no Triângulo das Bermudas), numerosos navios fantasmas, barcos não-identificados, OSNIs e perdas de intervalos de tempo.

O escritor estadunidense de ficção Charles Berlitz escreveu um livro chamado The Dragon's Triangle (O Triângulo do Dragão, 1989). Segundo ele, o Triângulo do Dragão aparece como uma zona perigosa nos mapas japoneses. Também afirma que, nos anos de paz entre 1952 e 1954, o Japão perdeu cinco embarcações militares com um total de tripulação desaparecida que supera 700 pessoas. O governo japonês, a fim de saber o motivo da perda de barcos e pessoas, financiou uma embarcação de investigação tripulada com mais de 100 cientistas, para estudar o Mar do Diabo. Depois, a embarcação desapareceu com todos os cientistas, e o Japão declarou a área como zona perigosa.

Segundo a investigação de Larry Kusche, essas "embarcações militares" eram embarcações de pesca, e alguns deles se perderam fora do Mar do Diabo, tão longe como perto de Iwo Jima (1000 km ao sul do Japão). Também assinala que, naquela época, a cada ano se perdiam centenas de barcos de pesca ao redor do Japão.
A embarcação japonesa de investigação que Berlitz mencionou, chamado Kaiyo Maru nº 5, com uma tripulação de 31 pessoas a bordo (não 100), foi destruída por uma erupção em 24 de Setembro de 1952, em uma missão de investigação sobre a atividade de um vulcão submarino, o Myōjin-shō, a uns 300 km ao sul do Mar do Diabo. Alguns restos foram recuperados
Bibliografia
• Kusche, Lawrence David (1975). The Bermuda Triangle mystery - solved. New York: Harper & Row. ISBN 0-06-012475-X.
• Estudo Científico de Myojin-sho

12 comentários:

  1. oi, si.
    nossa menina... teu blog tá massa!!! super-tri-legal. lindo mesmo. parabéns. bjs.

    ResponderExcluir
  2. Reparo que tudo o que esta disponivel para ler sobre o triangulo do diabo (ou dragão) não passa de repetição. Até agora, pelo menos. Mais um misterio a juntar aos que o triangulo já contem. Ou atestado de ignorancia?

    ResponderExcluir
  3. a pesquisa feita para esse blog, foi realizada de forma a juntar informações obtidas e repassadas de maneira simples e específica, coletando informações de diversas fontes.
    Infelizmente somos limitados as informações disponíveis.

    ResponderExcluir
  4. Excelente o Artigo. Eu Acredito na idéia deque as nuvens dela funcionam como imãs. Teve um cara que fez uma teoria provando isso. Vou deixa o Link aqui.

    Para Leitura:
    http://www.scribd.com/doc/16331957/Teoria-sobre-o-Triangulo-das-Bermudas

    Para Download

    http://www.4shared.com/file/111224052/82504f2c/Triangulo_das_Bermudas-Portugus.html


    Falou.

    ResponderExcluir
  5. voce e um grande postador mas acho que antes de postar novas informacoes sobre esse caso indescritivel de perdas lamentaveis de recursos nacionais no triangulo dos dragoes voce precisa achar pelo menos cem fontes de informacoes que pessoas confiaveis como cientistas proficionais ou jornais famosos por referencias totalmente comprovadas

    ResponderExcluir
  6. esse é um blog de curiosidades, todas as matérias postadas são resultado de pesquisas que faço, em documentários, internet, programas que assisto, matérias de revistas e livros que acho interessante, não tendo nenhum fim científico.

    ResponderExcluir
  7. Olá amigo, vim aqui para deixa o link onde estão todas as obras do Cientista Herbert Alexandre Galdino Pereira da área de Eletromagnetismo Aplicado e Aviónica. Ele é autor da Teoria do Triângulo das Bermudas, Teoria dos Celulares e Eletricidade Estática, e Orientação aos Aviadores Brasileiros ao voarem a Serra do Cachimbo, em Mato Grosso, pois existe campo Magnético na área do Brasil. Entre outras obras.
    Deixo o Link aqui em baixo para Leitura e Downloads das Obras deles.

    http://www.scribd.com/people/documents/13555060-fuma-a

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. oi gostei muito do trabalho achei bem completo e objetivo devido a seu talento gostaria de te pedir um favor você sabe alguma coisa sobre o calendário maia e sobre o dragão maia ? poderia pesquisar ? muito obrigado e mais uma vez parebens ...

    ResponderExcluir
  9. Materia interessante. Acredito que os acontecimentos nesta região, estão ligadas a atividades vulcanicas subterraneas que liberam gas e formam bolhas enormes que podem afundar navios e derrubar aviões. São efeitos naturais que por falta de conhecimento se torna mistério.

    Abraços.

    Alexandre.

    ResponderExcluir
  10. Site próprio do Cientista Herbert Alexandre Galdino Pereira da área de Eletromagnetismo Aplicado e Aviónica.
    http://www.cientistaherbertalexandre.com/

    ResponderExcluir
  11. muito interessante mais gostaria de saber um pouco mais sobre o assunto.

    ResponderExcluir
  12. Gostaria de saber por que o japão com tanta tecnologia não explora o fundo do mar para saber o que realmente acontece no fundo do mar, pois as historia são repedidas na a fato veridico nem fotos nem videos, só historias vamos a realidade exploração e pesquisas, como diz o ditado tem que ser igual a são tomé só acredito vendo.

    Boby Máruipe - Vitória/ES - Brasil

    ResponderExcluir